Artigo de Guilherme André
08-02-2020

Tal como alguns clássicos que já falámos aqui no Automundo, como é o caso do Fiat Uno Turbo i.e. ou o Peugeot 205 GTI, o Citroën Saxo Cup é um nome que fez as delícias da juventude de muitos. Conhecido pela condução divertida, este modelo foi uma das “vítimas” dos jovens do “pé pesado” e da época dourada do tunning. Durante a sua vida conheceu duas versões (MK1 e MK2). Curiosamente, é um veículo que ainda hoje parece atual ao nível de design exterior.

Motor é um dos pontos fortes do Citroën Saxo Cup

Começamos por explicar este carro pelo nome. Em Portugal adotou a designação 1.6 16V Cup, algo que o diferenciava dos restantes mercados onde era apelidado de VTS (tal como nas fotos deste artigo). Uma das principais características deste pequeno “foguete com rodas” é o motor. O 1.6 16V debitava de série 120 cavalos e 145 Nm de binário. Este valor, para os dias de hoje, é algo banal, contudo, relembramos que o Saxo pesava apenas 910 kg. Assim, conseguia acelerar dos 0 aos 100 km/h, de acordo com os registos, em 8 segundos e atingir uma velocidade máxima de 205 km/h. Para quem teve o prazer de o conduzir sabe que, tal como outros hatchback franceses, tinha um bom comportamento em curva. A distribuição de peso permitia uma condução divertida e eficaz.

Veja o vídeo:

Leia ainda: Audi RS2, a carrinha desportiva com um toque de Porsche

No interior, apresenta uma consola central simplificada e com aspeto jovem. Contudo, o tecido utilizado no interior é completamente anos 90 com padrões extravagantes e várias cores. Para alguns, dá-lhe carisma, mas para outros pode ser algo antiquado, depende muito do gosto de cada um. Por fim, torna-se cada vez mais difícil encontrar exemplares do Citroën Saxo Cup despidos de fibras ou sem alterações de motor. No entanto, começa a traçar o caminho para se tornar num verdadeiro clássico. Logo, pode ser um bom investimento a longo prazo.

Clique aqui para se juntar ao Automundo no Facebook

Percorra a galeria e relembre o pequeno Citroën.

Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

Top