Artigo de Equipa Automundo
12-09-2020

Com o levantamento das restrições de viagem, o verão de 2020 foi marcado pela procura por soluções alternativas para as férias. E para as escapadinhas de fim de semana. Nesta pesquisa desenfreada pelas opções mais seguras e flexíveis, o autocaravanismo ganhou bastante popularidade. A Indie Campers, a empresa líder no aluguer de autocaravanas na Europa, comprova o fenómeno. Tendo registado entre junho e julho um crescimento de 250% nas reservas de viagens domésticas de portugueses. Isto em comparação com o mesmo período do ano passado.

Leia ainda: Como escolher o modelo de autocaravana perfeito para viajar 

Em linha com esta tendência, os entusiastas do autocaravanismo começam a questionar-se:“será mais conveniente alugar ou comprar uma autocaravana?”. Um dos principais factores que deve ser tido em conta, para responder ao dilema de comprar versus alugar, é a frequência com que o veículo irá ser utilizado. É importante perceber se a autocaravana irá ser utilizada apenas durante uma ou duas semanas por ano em road trips, ou se o objetivo será mesmo viver neste veículo durante algum tempo.

Registou-se em Portugal um crescimento de 250% nas reservas

Caso a resposta esteja na segunda opção, provavelmente, o melhor será comprar uma autocaravana, uma vez que é a opção mais rentável e flexível. Comprar uma autocaravana pode custar entre 15.000€ a 50.000€. Para além do valor de compra, os compradores necessitam de considerar alguns custos extra, tais como: o custo de manutenção associado; o preço do armazenamento/estacionamento e o seguro. Para os que pretendem usar o veículo todos os fins de semana/férias ou têm o sonho de viver dentro de uma campervan, comprar será definitivamente uma boa opção.

Leia também: 10 praias onde o areal se funde na perfeição com a cidade

Nestes casos, quando feitas as contas, comprar uma autocaravana é mais económico do que comprar uma casa de férias. Contudo, para os que estão aplanear comprar o veículo apenas para fazer road trips esporadicamente, é importante ter em conta que apesar de ser um tipo de viagem inesquecível, existem bastantes despesas associadas. E talvez seja melhor ter outras opções em mente. Alugar uma autocaravana ou campervan, surge com uma boa alternativa para quem quer fugir ao grande investimento de comprar. Ou às despesas inevitáveis, tais como, o seguro e os custos de manutenção.

Comprar uma autocaravana é mais económico do que comprar uma casa de férias

Assim, alugar acaba por permitir uma maior flexibilidade e comodidade na estrada. Nesta opção, os viajantes têm acesso a diversos serviços tais como: assistência na estrada, dicas de viagem ou serviços de limpeza. Além disso, alugar uma autocaravana permite que os potenciais compradores possam avaliar previamente as suas preferências e o possível investimento.Curiosamente, após a compra de uma autocaravana, costuma ser bastante comum que os proprietários decidam vendê-la pouco tempo depois. Diversas vezes, os compradores chegam à conclusão que a autocaravana passa mais tempo na garagem, do que na estrada.

Existem atualmente várias plataformas de aluguer de autocaravanas

Como solução a este problema, existem atualmente várias plataformas de aluguer de autocaravanas entre particulares. Neste tipo de marketplace, os proprietários podem registar a sua autocaravana, alugá-la e desta forma, obter um rendimento extra. Comprar e depois alugar. Para os que optam por comprar, o aluguer através do marketplacepeer-to-peer, pode ser uma ótima forma de obter o retorno dos investimento de possuir o veículo.

Em média, por ano, possuir uma autocaravana custa cerca de 500€. Tendo em conta os custos fixos anuais, excluindo o combustível. Em comparação, a Indie Campers estima que através da sua nova plataforma os proprietários possam ganhar, em média, 8105€ por ano em Portugal. Isto a partir do aluguer da sua autocaravana. Para além disso, as plataformas de aluguer entre particulares acabam por ter um impacto positivo na economia circular. Promovem a reutilização de veículos e, consequentemente, a redução do total de recursos consumidos.

Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

Top