Artigo de Guilherme André
07-10-2019

Concebidas inicialmente com o principal objetivo de serem máquinas de trabalho, as pick-up têm demonstrado uma boa capacidade de adaptação às exigências dos consumidores. No meio de toda a sujidade e trabalhos pesados, as carrinhas de caixa aberta começam a explorar uma vertente vocacionada para o lifestyle. De facto, em algumas das alternativas que falamos neste artigo, podemos encontrar “luxos” como ligações bluetooth, bancos em pele ou, até mesmo, assentos aquecidos.

Leia ainda: Honda Civic CRX, o menino bonito japonês com a temível sigla VTEC

Para além disso não podemos esquecer a possibilidade de ter aventuras fora-de-estrada. Com o grande crescimento de oferta SUV, os puros todo-o-terreno parecem estar em vias de extinção. No entanto, este facto torna as pick-up numa alternativa viável para quem gosta de, por exemplo, um fim de semana a explorar trilhos.

Começam a surgir pick-up com propulsores elétricos

Outro dado que tem algum peso nesta equação é a adesão de construtores que eram pouco expectáveis neste segmento, como é o caso da Volkswagen ou Mercedes. Num futuro próximo o mercado vai ainda receber a Jeep Gladiator e alguns modelos que recorrem a eletrificação. De facto, marcas como a Rivian ou a Tesla já anunciaram que vão lançar pick-ups 100% elétricas, seguindo as recentes “modas” de eletrificação do mercado.

Clique aqui para se juntar ao Automundo no Facebook

Por fim, o Automundo fez uma recolha das versões mais radicais de cada um das pick-up atualmente disponíveis no mercado. Aqui podemos encontrar a aguerrida Ford Ranger Raptor, ou as potentes Volkswagen Amarok e Mercedes X com os motores V6 a gasóleo. Em suma, todas têm em comum a possibilidade de serem um veículo de trabalho que ao mesmo tempo proporciona aventuras todo-o-terreno ao fim de semana.

Percorra a galeria e conheça as carrinhas de caixa aberta mais radicais do mercado.

Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

Top