Artigo de Guilherme André
06-11-2019

Enquanto esperamos pela apresentação do crossover elétrico inspirado no Mustang, que estreia a 17 de novembro, a Ford decidiu mostrar-nos do que é capaz no que toca a elétricos. No SEMA, criaram o protótipo Mustang Lithium, um veículo com estética do mítico modelo, com propulsão dos tempos modernos. Ainda assim, os valores de potência são dignos de um “american muscle”, mas completamente silencioso.

Mustang Lithium debita 900 cv e 1356 Nm de binário

É certo que para os puristas, a ausência do V8 é uma espécie de crime, contudo, há que dar uma oportunidade a este monstro. De facto, o Mustang Lithium debita uns impressionantes 900 cv e uns expressivos 1356 Nm de binário instantâneo. Toda esta potência é transmitida para as rodas traseiras, logo os pneus não devem durar muito. Para além disso, destaque para a inclusão de uma caixa de velocidades, imagine-se, manual de seis velocidades.

Leia ainda: Corvette de 1954 foi transformado e tem motor monstruoso

Tudo isto é possível devido à parceria com a Webasto que forneceu uma bateria de 800V. Esta permite descargas de até um megawatt. Para quem não está familiarizado com o mundo dos elétricos, é essencialmente mais do dobro do permitido pela maioria dos veículos elétricos atuais. Ou seja, consegue produzir números de potência incríveis.

Clique aqui para se juntar ao Automundo no Facebook

Ainda ao nível mecânico, está equipado com um diferencial Super 8.8 Torsen, suspensão trabalhada pela Ford Performance, travagem mais eficiente e alguns reforços estruturais. Por fim, recebe jantes de 20 polegadas, alguns apêndices aerodinâmicos em carbono e modos de condução únicos para vários cenários. Falamos dos Valet, Sport, Track e Beast, tal como o nome indica, o último transforma este Mustang numa verdadeira besta.

Percorra a galeria e conheça o protótipo elétrico da Ford.

Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

Top