Artigo de Equipa Automundo
17-01-2023

Foi em 1994 que os EUA, e também grande parte do mundo, parou para assistir, em direto, à perseguição da polícia a O.J. Simpson, antiga estrela da NFL, a principal liga de futebol americano daquele país. Na retina ficou o carro que o ex-jogador usou para fugir, um Ford Bronco de cor branca. Este episódio, bem como todo o julgamento da morte da ex-mulher de O.J. tiveram um grande impacto, de tal ordem que a Netflix criou uma série, com grande sucesso, que foi fundamentada inteiramente nesta história.

Leia ainda: Estas foram as marcas que mais carros venderam em Portugal

O Ford Bronco era um modelo já bastante popular por terras do “Tio Sam”. Começou por ser produzido em 1966 e saiu do mercado pouco depois deste episódio, em 1996. Contou com um total de 5 gerações diferentes. O exemplar do ex-jogador chegou a estar em leilão por um milhão de euros, mas ninguém chegou ao valor pretendido pelo antigo manager de O.J., que o comprou em 1995 por uns “míseros” 65 mil euros. Agora, viremos atenções para o Ford Bronco de 1973 deste artigo, que foi completamente restaurado pela equipa do Velocity Restorations. O restauro completo demorou cerca de nove meses e exigiu mais de 1.500 horas de trabalho.

Ford Bronco com 50 anos ganha nova vida depois de nove meses de muito trabalho

“Vi muitos Broncos restaurados em apenas três meses ou menos, e não conseguia perceber como o faziam assim rápido até que os via de perto. Para criar um autêntico veículo completamente ‘restomod’ precisas de meter muita quantidade de trabalho e horas de mão-de-obra. Não há atalhos”, afirmou Brandon Segers, um dos proprietários da empresa especializada em restauro de automóveis. Os especialistas removeram a ferrugem, aplicaram uma nova pintura e voltaram a revestir o interior com couro de alta qualidade.

Veja também: 5 dicas para vender o carro à primeira tentativa

A nível de mecânica, usaram um bloco V8 de 5.0 litros do Ford Mustang GT, acoplado por uma caixa 4R70 de quatro velocidades e utilizaram também um sistema de escape especialmente desenvolvido para este modelo. Aumentaram a altura da suspensão em 9 cm, instalaram barras estabilizadoras em ambos os eixos, um sistema de travões Wilwood, um novo sistema de áudio, ar condicionado e um eixo dianteiro Dana 44 de grande resistência.

Percorra a galeria e veja o resultado final desta restauração de um Ford Bronco de 1973.

Fotos: Velocity Restorations

Artigos Relacionados

Artigos Relacionados