Artigo de Guilherme André
25-07-2019

O McLaren F1 de que falamos neste artigo foi produzido em 1994 e tem o chassis número 018. A título de curiosidade, foram feitos 106 F1 sendo que só 64 unidades foram homologadas para a via pública. Contudo, existem apenas duas unidades com esta alteração feita pela McLaren para a “LM Specification”. Uma clara demonstração da exclusividade desta unidade.

Este F1 só recebeu a especificação LM entre 2000 e 2001. O processo começou pela mudança de cor (quando saiu da fábrica era azul). Foram também realizadas melhorias no ar condicionado, novos acabamentos no interior e volante. Por fim, o V12 naturalmente aspirado teve um aumento de potência. Passou dos 627 cv e 650 Nm de binário para 680 cv e 705 Nm.

Leia ainda: Land Rover Defender Flying Huntsman 6×6 é um monstro do asfalto

Para além disso, a exclusividade é aumentada pelo kit HDF (Extra High Downforce Package) instalado nesta unidade. Com isto, o F1 recebe uma nova asa dianteira, saídas de ar sobre as rodas, um imponente spoiler traseiro e jantes de 18 polegadas idênticas às utilizadas no F1 GTR.

Espera-se que ultrapasse o valor pago pelo outro LM Specification

O McLaren F1 “LM Specification” vai ser leiloado pela conceituada RM Sotheby’s no mês de agosto em Monterey, Estados Unidos. A leiloeira espera que este exemplar chegue a um valor astronómico. Assim, no site oficial da Sotheby’s, o preço estimado para este supercarro é entre os 21 e os 23 milhões de dólares, ou seja, 18 e os 20 milhões de euros.

Clique aqui para se juntar ao Automundo no Facebook

Caso isso aconteça, será um valor bastante superior comparando com o outro F1 “LM Specification” leiloado à aproximadamente um ano atrás. Este, foi vendido por 13,75 milhões de dólares (12,25 milhões de euros).

Percorra a galeria e conheça o McLaren F1 “LM Specification” que vai a leilão.

Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

Top