Artigo de Guilherme André
24-04-2020

O McLaren P1 é um supercarro que dispensa apresentações. Criado com a difícil tarefa de substituir o mítico F1, não é de estranhar o foco na performance. No entanto, a Lanzante, famosa preparadora britânica que venceu Le Mans em 1995 com um McLaren F1, decidiu criar uma unidade ainda mais especial. Falamos do McLaren P1 GTR-18, uma conversão que presta homenagem ao F1 GTR-97.

Leia ainda: Ford Mustang Cobra jet, o elétrico de 1400 cavalos para Drag Race

No total, a empresa vai produzir seis unidades, sendo que todas elas vão receber um esquema de cor único. Todas elas vão também receber homologação para estrada. Relativamente a este primeiro da série de seis, recebe a cor “Gulf Team Davidoff”. As míticas cores foram adaptadas à carroçaria do P1 e, diga-se, ficou perfeita. Para tal, recorreram ao código de cores originais. Aliás, até criaram uma cor especial para utilizar nos elementos de fibra de carbono exposta.

Junte-se ao Automundo no Instagram.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por automundo.pt (@automundo_pt) em

McLaren P1 GTR da Lanzante recebe traseira modificada

Quanto a modificações, o P1 GTR da Lanzante adota a carroçaria do P1 GT. Ou seja, torna-se num verdadeiro longtail e, por isso, cresce em comprimento, recebe uma asa traseira ainda maior, asa dianteira, e apêndices aerodinâmicos para aumentar o downforce. Já ao nível de motor a empresa não confirmou dados, mas deve utilizar o mesmo V8 4.0 bi-turbo de 1000 cavalos utilizado no P1 LM. Por fim, a Lanzante oferece um conjunto de auriculares na cor da carroçaria para que possa falar com o passageiro. A oferta é completa por um conjunto de malas personalizadas e chaves em carbono pintado.

Clique aqui para se juntar ao Automundo no Facebook

Percorra a galeria e conheça o supercarro com as cores da Gulf.

Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

Top