Artigo de Guilherme André
05-08-2020

A Manhart, empresa alemã especializada em modificações, tem mostrado, nos últimos anos, o foco em carros fabricados na Alemanha. No entanto, decidiram abrir horizontes com o novo Toyota GR Supra. Mas isto acontece porque o desportivo nipónico é “primo” do BMW Z4. De facto, ambas as marcas fizeram uma parceria para produzir os dois modelos. Como a Manhart já tinha apresentado uma modificação do Z4, porque não avançar para o Supra? Foi o que fizeram e, começando pela potência, conseguiram extrair mais 110 cavalos.

Leia ainda: Último Porsche 911 da geração 991 vai a leilão para ajudar no combate ao coronavírus

De série, o motor 3.0 litros seis cilindros em linha debita 340 cavalos, mas a preparação faz os números saltar para os 450 cavalos e 650 Nm de binário. Tudo isto com alterações na centralina e pequenas modificações. Para além da potência, a Manhart também garantiu um visual mais agressivo ao Toyota GR Supra. Em primeiro lugar, destaque para a nova afinação de suspensão que aproxima ainda mais o carro ao chão. Recebe ainda detalhes em vermelho que contrastam com o preto da carroçaria. Já as jantes especiais são de 20 polegadas em prata, mas também estão disponíveis em preto.

Junte-se ao Automundo no Instagram.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por automundo.pt (@automundo_pt) em

Por fim, o preço varia consonante as melhorias escolhidas e podem ser adquiridas em “pacotes” na Manhart. Se não está contente com o GR Supra de série, este é, certamente, uma boa opção para “apimentar” o desportivo nipónico, não só no que toca a performance, mas também a nível estético.

Clique aqui para se juntar ao Automundo no Facebook

Percorra a galeria e conheça o Toyota GR Supra modificado pela Manhart.

Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

Top