Artigo de Guilherme André
13-11-2019

Era uma questão de tempo até Alexander Albon ser confirmado na Red Bull para 2020. O jovem tailandês tem feito uma boa época ao encontrar-se no sexto lugar do campeonato com 84 pontos. Contudo, de salientar que o tailandês mudou da Toro Rosso para a Red Bull a meio do ano, em troca por Pierre Gasly que desiludiu. “O Alex [Albon] teve um desempenho muito bom desde a estreia na equipa, na Bélgica, e os resultados falam por si”, afirmou Christian Horner, chefe de equipa da Red Bull.

Leia ainda: Timmy Hansen conquista título em final de cortar a respiração

De facto, quando olhando para as prestações de Alexander Albon desde a subida para a equipa principal, percebemos que conseguiu dois 6º lugar, quatro 5º lugar e um 4º lugar. “É extremamente difícil de negar este nível de consistência e, em conjunto com a crescente reputação de piloto feroz, Alex provou que merece continuar o progresso na Aston Martin Red Bull Racing. No entanto, ainda há muito potencial para desbloquear e estamos ansiosos para ver Alex ao lado de Max em 2020”, terminou Horner.

Novo Renault Clio: a enorme responsabilidade de renovar um best seller. Veja o vídeo:

Alexander Albon quer andar na frente em 2020

Para além disso, Albon afirma que está “realmente empolgado por continuar a parceria com Max no próximo ano”. “Estou muito agradecido pela Red Bull ter confiado em mim e acreditado nos meus resultados, desde a minha chegada à equipa, e por me darem um carro para a próxima época”, disse o tailandês.

Clique aqui para se juntar ao Automundo no Facebook

Por fim, Alexander Albon quer atingir ainda melhores resultados em 2020. “Este ano foi incrível para mim e receber a chamada para a Red Bull a meio da temporada foi um grande passo. Agora vou usar o que aprendi nesta temporada para melhorar e lutar na frente em 2020”, concluiu Albon.

Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

Top