Artigo de Guilherme André
08-12-2019

O Alfa Romeo Giulia vai converter-se aos elétricos para poder competir no ETCR que estreia em 2020. O autor desta proeza é a Romeo Ferraris, uma equipa italiana que corria em TCR com um Giulietta. Por agora, apenas se conhece esta imagem do carro de competição. De ressalvar que esta é a primeira equipa não oficial a aderir à prova de elétricos e vai correr contra, por exemplo, a Cupra ou a Hyundai.

Leia ainda: Corrida entre Valentino Rossi e Lewis Hamilton já tem data

“Depois de termos conquistado, com o Alfa Romeo Giulieta TCR, os melhores resultados possíveis para uma equipa independente, decidimos dar um destemido passo para a nova ETCR. Nós acreditamos que os elétricos são a escolha óbvia para o futuro, não só para a mobilidade, mas também para as competições.”, afirmou Michela Cerruti, gestora de operações da Romeo Ferraris.

ETCR estreia em 2020

Para quem não conhece, o ETCR é uma nova competição com estreia marcada para 2020. O principal foco é mostrar as capacidades dos veículos elétricos no desporto motorizado. A primeira temporada vai contar com apenas quatro provas, mas o número de eventos deve aumentar em 2021. Quanto às regras, todos os participantes têm de ter um veículo de produção de quatro ou cinco portas como base.

Clique aqui para se juntar ao Automundo no Facebook

De seguida, têm de estar equipados com um motor elétrico com 402 cavalos de potência continua e não podem exceder os 671 cavalos de potência máxima. Para além disso, a bateria é de 65 kWh de capacidade, enquanto a transmissão distribui a potência para as rodas traseiras. Por fim, o motor, caixa e bateria são comuns a todos os veículos, mas cada equipa pode configurá-los a gosto.

Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

Top