Artigo de Equipa Automundo
24-04-2019

Andrea Dovizioso, de 33 anos, compete no Moto GP desde 2008 e veste as cores da equipa oficial da Ducati desde 2013. Em declarações à imprensa, durante um evento em Roma, o piloto assumiu que não pretende permanecer na competição até aos 40 anos como Valentino Rossi.

“Correr até aos 40 anos como o Rossi? Não o deverei fazer. Acredito nas minhas capacidades, mas tenho outras prioridades. Reconheço o seu empenho em continuar a correr contra pilotos mais jovens. Para ele, correr é tudo. Mesmo que não ganhe. Cada um vive a vida à sua maneira”, disse.

Leia ainda: Charles Leclerc, o novo menino bonito da F1

Para Rossi são 9 títulos mundiais

Dovizioso passou também pela Yamaha, em 2008, e nas suas primeiras quatro temporadas na categoria máxima da competição de duas rodas, o piloto italiano correu pela Honda. Dovizioso é o atual líder do campeonato mas Rossi segue-o de perto. Os italianos estão separados por apenas três pontos.

”Se eu, tal como ele, tivesse ganho nove títulos, já não estaria no Moto GP. Cada um tem os seus desejos. O Valentino mudou a sua mentalidade e a sua forma de lidar com as derrotas. Ainda assim, parece-me difícil ser campeão sem vencer uma única corrida”, refere ainda Dovizioso.

 

 

Ver esta publicação no Instagram

 

#ArgentinaGP Day3 P3 #dovi04 #desmodovi #forzaducati @motogp @ducatimotor

Uma publicação partilhada por Andrea Dovizioso (@andreadovizioso) a


              
                            
            

Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

Top