Artigo de Equipa Automundo
22-04-2019

Assinalou-se a 3 de janeiro o 50º aniversário de Michael Schumacher, aquele que muitos consideram o melhor piloto de sempre de Fórmula 1. A data não é celebrada com grande entusiasmo pelos fãs pois também já passaram cinco anos desde que sofreu um grave acidente enquanto esquiava com o filho nos Alpes Franceses. Desde então que pouco se sabe sobre o estado de saúde do piloto, sendo público que o alemão tinha o desejo de desaparecer depois do final da carreira. Ideia que fica patente no comunicado divulgado pela família do antigo piloto.

“Podem ter a certeza que ele está nas melhores mãos”

“Podem ter a certeza que ele está nas melhores mãos e que estamos a fazer tudo o que é humanamente possível para o ajudar. Por favor entendam que seguimos o desejo de Michael ao manter sob reserva, e em privacidade, um assunto tão delicado como é a sua saúde. Ao mesmo tempo agradecemos a amizade de todos e desejamos-vos um feliz 2019”, é o que se pode ler na página de Facebook oficial do antigo piloto. Sendo que também é anunciado o lançamento da “The Official Michael Schumacher App”, a aplicação que permitirá aos fãs recordar a carreira de um dos melhores pilotos de sempre.

E por falar em carreira, Michael Schumacher é o único piloto que conseguiu ser campeão mundial de Fórmula 1 em sete ocasiões, cinco delas seguidas. É também o piloto com o maior número de vitórias em Grandes Prémios (91) e ainda de voltas mais rápidas (77). Para assinalar o aniversário da lenda do automobilismo, recordamos aquelas que consideramos serem as 5 corridas mais marcantes de Michael Schumacher. Aperte o cinto e prepare-se para a adrenalina, emoção e alta velocidade.

Grande Prémio da Bélgica (1992)

Tudo começou em Spa. Foi neste Grande Prémio que Michael Schumacher conquistou a primeira das 91 vitórias que iria acumular ao longo da carreira. O alemão partiu da grelha de partida em terceiro, atrás de Senna e Mansell. Com apenas 23 anos maravilhou o mundo com uma corrida impressionante e por ter sido o quarto piloto mais jovem a conquistar um Grande Prémio.

Grande Prémio da Europa (1995)

Neste ano a Fórmula 1 regressou a Nuremberga (Alemanha) depois de quase uma década de ausência. A chuva e os duelos com Alesi e Coulthard ficaram marcados na memória de todos. Depois de ter ficado para trás devido a um toque, acabou por conquistar o Grande Prémio.

Grande Prémio da Espanha (1996)

Foi aqui que conquistou a primeira vitória pela Ferrari, mas há muito mais para contar. Foi nesta corrida, sob chuva intensa, que conquistou a alcunha de Rainmaster (mestre da chuva) revelando ser um piloto exímio em condições atmosféricas adversas. Partiu de 3º, desceu para 6º e acabou em primeiro.

Grande Prémio de San Marino (2005)

Esta corrida prova que não é necessário vencer sempre para ser um piloto marcante. Schumacher partiu do 13º lugar e passou quase 20 voltas a discutir o 2º lugar com Trulli. Seguiu-se um interessante duelo com Alonso, com o espanhol a conquistar a vitória.

Grande Prémio da China (2006)

Não é a última corrida da vitória, mas foi o último Grande Prémio conquistado por Schumacher. O alemão e Alonso protagonizaram um duelo que levou os fãs desta corrida a eleger a edição de 2006 como o melhor Grande Prémio da China de sempre.

Fotos: Impala

Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

Top