Extreme E é a prova todo-o-terreno que quer mudar o mundo
Artigo de Guilherme André
06-07-2019

Extreme E é o nome da mais recente prova criada exclusivamente para veículos elétricos. Esta competição, criada pela Spark Racing Technology em conjunto com a Fórmula E, tem como ponto alto a localização, já que vai acontecer nas áreas do mundo afetadas pelas alterações climáticas.

Leia ainda: Esta é a mais recente ultrapassagem polémica de Max Verstappen

O E-SUV denominado Odyssey 21 será o único modelo utilizado na competição. Segundo os representantes da Spark, o robusto todo o terreno está preparado para aguentar os mais diversos tipos de desafios. Deste modo, o elétrico conta com roll cage e pneus cardados de inverno e verão, fornecidos pela Continental. Por fim, as rodas vão ter um total de 940 mm, um valor nunca antes utilizado em carros de competição. 

O Odyssey 21 está equipado com dois motores elétricos que em conjunto debitam 550 cv, permitindo dos 0 aos 100 km/h em 4,5 segundos. As baterias utilizadas neste veículos são fornecidas pela Williams Advanced Engineering.

Veja o vídeo:

A primeira temporada da Extreme E tem início previsto para janeiro de 2021, sendo a primeira prova no Ártico. Em seguida, vai passar pelos Himalayas, deserto do Sahara, floresta da Amazónia e uma ilha no Oceano Índico. Os primeiros testes do Odyssey 21 começam em setembro, posteriormente, os 12 veículos, que vão entrar na primeira temporada, vão ser entregues pela Spark às equipas participantes em março de 2020. Por fim, os testes em grupo começam no fim do próximo ano.

Clique aqui para se juntar ao Automundo no Facebook

Percorra a galeria e conheça o novo E-SUV de competição, o Odyssey 21.

 

Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

Top