Artigo de Guilherme André
01-06-2020

Na temporada de 2020, Portugal continua a ser um dos destinos do Mundial de Superbikes, uma das provas mais conceituadas de duas rodas. De facto, o Autódromo Internacional do Algarve deveria receber a prova no início de setembro. Contudo, a pandemia de coronavírus foi a principal causa do cancelamento ou adiamento de várias provas. Perante esta conjuntura, felizmente, O AIA continua no calendário e vai ser realizada um mês antes, entre 7 a 9 de agosto. Apesar de ser uma muito boa notícia, tem um sabor amargo visto que se vai realizar à porta fechada.

Mundial de Superbikes na península ibérica em agosto

De referir que este adiantamento tem uma razão de ser e, à primeira vista, foi bem pensada pela Dorna. O objetivo é manter a caravana o maior tempo possível numa região. Assim, entre agosto e setembro o campeonato do mundo de Superbikes vai manter-se na península ibérica. Começa em Jerez no primeiro fim de semana de agosto, Portimão, Aragão e Barcelona. Deste modo, evitam-se viagens desnecessárias e potencialmente perigosas para a saúde de todos.

Leia ainda: Jack Miller, o irreverente piloto que vai vestir as cores oficiais da Ducati em 2021

“Todos os sinais apontam para o recomeçarmos em Jerez. Estamos a olhar para todos os cenários possíveis para que as três classes possam competir, embora continuemos a trabalhar arduamente para encontrar o melhor cenário para todos. Muito dependerá das medidas que os vários governos vão implementar.”, refere Gregorio Lavilla, diretor executivo da Dorna WorldSBK. “Quanto a Donington Park e Assen, estamos a trabalhar com os circuitos e os governos para estabelecer o melhor resultado possível para todos, com a intenção de se realizar estas rondas perto do final da temporada de 2020.”, terminou. Lavilla.

Clique aqui para se juntar ao Automundo no Facebook

Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

Top