Última temporada da Red Bull Air Race termina com duelo de loucos
Artigo de Guilherme André
11-09-2019

O grande final da época de 2019 da Red Bull Air Race decorreu em Chiba Japão. Ainda com o título por decidir, viveu-se uma luta intensa a três. Falamos do japonês Yoshihide Muroya, o checo Martin Sonka e o australiano Matt Hall. A voar em casa Muroya tinha o público do lado dele. No entanto, o “samurai dos céus” perdeu o campeonato por apenas um ponto. Este acabou nas mãos do australiano Hall, terceiro classificado em Chiba.

Leia ainda: Leclerc vence pela segunda vez e conduz Ferrari a vitória caseira nove anos depois

Assim, Matt Hall celebrou de forma efusiva o seu primeiro e único título. “As condições estavam muito difíceis e optei por jogar pelo seguro. Sabia que me ia odiar para sempre se penalizasse”, afirmou o australiano. A alegria do piloto era tanta que terminou dizendo “acho que se viver até aos 90 anos vou dizer a toda a gente que sou campeão do Mundo!”

Veja o vídeo:

Red Bull Air Race veio quatro vezes a Portugal

Criado em 2003 na Áustria, decorrendo sob a égide da Federação Internacional de Aeronáutica, a competição sobrevoou grandes cidades como Londres ou Rio de Janeiro. Para além disso, Vila Nova de Gaia e Porto receberam em competição por quatro vezes, mais precisamente, 2007,2008, 2009 e 2017. Com este final de loucos, a competição mais conceituada de acrobacias do mundo despede-se dos fãs. Por fim, ficam para a história 12 temporadas cheias de emoção com 94 provas disputadas à volta do globo.

Clique aqui para se juntar ao Automundo no Facebook

Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

Top