Artigo de Guilherme André
22-11-2019

A Equipa de boxes da Red Bull Racing é uma das melhores, senão mesmo a melhor, de toda a caravana da Fórmula 1. No GP do Brasil bateram o recorde de tempo para trocar quatro pneus numa corrida. A marca de 1,82 segundos suplantou assim o tempo de 1,88 s conseguido no GP da Alemanha, curiosamente, recorde conseguido também pela Red bull.

Leia ainda: Citroën termina participação no WRC após saída de Ogier

No entanto, a equipa quis levar o desafio para outros voos. De facto, realizaram o primeiro Pit Stop da história do automobilismo com gravidade zero. Para tal, recorreram a um avião destinado a treinar cosmonautas, mais precisamente um Ilyushin II-76 MDK. A proeza foi feita com a colaboração com a Roscosmos, uma agência espacial russa.

Veja o vídeo:

Red Bull Racing levou 16 elementos para fazer a proeza

No vídeo podemos ver uma encenação quase perfeita da equipa da Red Bull a fazer o melhor que sabe: mudar pneus. Os 16 elementos e o carro RB1 de 2005 foram metidos numa espécie de câmara fechada. A bela dança, algo encenada, fez até rodopiar o veículo. Por fim, tanto a equipa de filmagens como os elementos da “boxe” foram treinados no centro Yuri Gagarin. Para além disso, as tentativas ocorreram em apenas 15 segundos cada, com a aeronave a descrever parábolas de 45 graus no céu a 10 mil metros de altitude.

Clique aqui para se juntar ao Automundo no Facebook

Percorra a galeria e veja algumas imagens da proeza.

Fotos: Red Bull Content Pool

Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

Top