Opel Grandland X 1.2 Turbo, um grande SUV com coração de citadino
Artigo de João Isaac
19-08-2019

Os mais cépticos dizem, imediatamente, que se arrasta. Segundo estes, colocar um pequeno motor a gasolina, três cilindros, com apenas 1,2 lt de cilindrada num SUV desta dimensão é receita para o insucesso. Mas assim que olhamos para os valores declarados de aceleração de 0-100 km/h e de velocidade máxima, começa a ser difícil duvidar das capacidades deste motor. E se ainda assim restarem dúvidas, bastam alguns quilómetros ao volante para rapidamente nos apercebermos do à vontade com que este Grandland X se mexe, fruto da boa disponibilidade do 1.2 Turbo com 230 Nm de binário logo às 1750 rpm.

Consumo que não assusta

Os 130 cavalos são mais do que suficientes para os quase 1400 kg do Grandland X e o recurso à caixa de 6 velocidades – automática de 8 relações, em opção, por 2 mil euros – só é necessário em caso de uma recuperação a ritmos mais elevados, como em autoestrada, por exemplo. O som típico dos motores de três cilindros não é suficiente para contrariar a boa insonorização do habitáculo e ao volante, onde também não chegam vibrações incómodas, importa ainda referir a boa posição de condução que privilegia a visibilidade dianteira.

Quanto a consumos, aqui sim, a adoção de um motor pequeno num carro destas dimensões pode ter uma influência negativa. Ainda assim, numa condução normal em circuito misto, não foi difícil conseguir uma média de consumo em redor dos 7,5 lt/100 km, valor que nos parece bastante aceitável.

Leia ainda: Renault Megane RS Trophy, o destruidor de curvas

Quem procura um SUV como o Grandland X, procura, principalmente, espaço. Nesse aspeto, o maior dos SUV da marca do relâmpago passa com distinção em todas as avaliações. Quer à frente, com bancos ergonomicamente exemplares, quer atrás, os centímetros livres são garantia de conforto para quem lá viaja. Atrás, o banco é também bem desenhado e o túnel central praticamente inexistente dá um grande contributo para o conforto do passageiro do meio.

Ainda no habitáculo, destaque para o teto panorâmico em vidro (700 €). Também na bagageira, o Grandland X impressiona com mais de 500 litros de capacidade, expansíveis a mais de 1650 litros com o rebatimento do encosto do banco. A abertura do portão traseiro é elétrica e pode ser feita através do comando.

Veja o vídeo:

Qualidade de construção a toda a prova

Mais à frente, o tablier denota o cuidado colocado pela Opel na seleção dos materiais utilizados, bem como na sua qualidade de execução, transmitindo a sensação de solidez de construção. Apenas se lamenta a colocação de alguns botões, pouco acessíveis atrás do manípulo da caixa.

Ao volante, o Grandland X deixa-se conduzir com extrema facilidade. As já referidas disponibilidade do motor e boa visibilidade complementam um acerto de suspensão focado no conforto de rolamento, fazendo do maior SUV da marca uma excelente proposta para as longas viagens.

Clique aqui para se juntar ao Automundo no Facebook

Demorou, mas chegou. O Grandland X tardou a estar disponível em Portugal devido à já muito discutida questão das portagens mas veio mais do que a tempo para se assumir como uma das propostas mais interessantes do seu segmento. A vasta oferta de equipamento do nível Innovation é um argumento de peso, assim como o são a excelente habitabilidade e o enérgico motor 1.2 Turbo. Uma prova de que, atualmente, a combinação de motor pequeno com carro grande, pode funcionar, e bem.

Preço e IUC

Preço base: 31 490 €

Preço da unidade ensaiada: 35 340 €

IUC: 137,26 €

Ficha técnica

Motor e transmissão

Colocação: dianteira, transversal

Cilindrada: 1199 cc, três cilindros em linha

Alimentação: injeção direta, gasolina, turbo

Potência: 130 cavalos às 5550 rpm

Binário: 230 Nm às 1750 rpm

Caixa: manual de 6 velocidades

Consumo e performance

Consumo médio declarado: 5,3 lt/100 km

Consumo médio verificado: 7,8 lt/100 km

Aceleração 0-100 km/h: 10,1 segundos

Velocidade máxima: 188 km/h

Dimensões

Comprimento/largura/altura: 4477 mm/1856 mm/1609 mm

Capacidade da mala: 514 litros

Percorra a galeria e veja as fotos do Opel Grandland X 1.2 Turbo.

Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

Top