Artigo de Guilherme André
19-05-2020

Com as medidas de segurança devido à pandemia a ficarem mais ligeiras, alguns locais estão a regressar à normalidade. É o caso dos dois museus afetos à Ferrari: Ferrari Museum (Maranello) e Museo Enzo Ferrari (Modena). Depois de dois meses fechados voltam a abrir portas para chegar “ar fresco” até às verdadeiras relíquias do mundo automóvel. Mas primeiro, tem de passar pelas medidas de proteção.

Leia ainda: Indie Campers está a preparar o regresso do aluguer de autocaravanas

De facto, em ambos os museus os visitantes têm de realizar um scanner térmico para medir a temperatura corporal. Caso acuse mais do que o suposto é recusada a entrada. Para além disso, é obrigatório utilizar máscara (exceto crianças com menos de 6 anos). Quem não tiver, em ambos os museus é feita a oferta das mesmas. Se passar por estas apertadas, mas necessárias, medidas de proteção, vai perceber que o chão dos museus recebe marcas para respeitar as distâncias de segurança. Os visitantes vão ter ainda exibições como “Ferrari nas 24 Horas de Le Mans”, “Hypercars” ou “Grand Tour” para assistir.

Junte-se ao Automundo no Instagram.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por automundo.pt (@automundo_pt) em

Ferrari garante livre acesso a quem trabalhe em hospitais

De recordar que a Ferrari é um dos fabricantes de automóveis que se dedica à criação de material médico para a ajuda da pandemia. Agora, numa espécie de homenagem aos que combatem a doença nos hospitais, a marca italiana decidiu dar um “mimo”. De facto, todo o pessoal que trabalhe nos hospitais tem livre acesso aos museus até ao fim de 2020. Oferecem ainda descontos aos familiares.

Clique aqui para se juntar ao Automundo no Facebook

Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

Top