Artigo de Guilherme André
15-08-2020

Em tempo de pandemia, há atividades do dia-a-dia que merecem um redobrar de cuidados. Se a sua empresa não permite fazer teletrabalho, tem de recorrer ao automóvel pessoal para se deslocar. É natural que, mais cedo ou mais tarde, tenha de se dirigir até à bomba de combustível para abastecer o veículo. Esta simples tarefa pode ser o suficiente para se expor ao coronavírus, algo que ninguém quer. De acordo com as estimativas, o covid-19 pode sobreviver até nove dias em superfícies de metal, logo, todo o cuidado é pouco. Conheça algumas dicas para não se colocar em perigo.

Sempre que possível, pague na bomba

Atualmente já há várias bombas de combustível que têm pagamento automático. Caso seja possível, é a melhor opção. Contudo, esta ação também merece a devida preocupação. Recorra a umas luvas, ou papel, e evite contacto direto com as máquinas.

Leia ainda: Coronavirus: tudo o que precisa de saber para ter o carro desinfetado

Abasteça com as luvas postas

Feito o pagamento, deve manter as luvas postas quando for pegar na mangueira. Não sabe se todas as outras pessoas que abasteceram antes de si tomaram as mesmas medidas de segurança. Para além disso, a mangueira de combustível é uma das coisas que mais bactéricas acumula ao longo do tempo. Se não tiver luvas, recorra novamente ao papel que se encontra junto de cada bomba antes de abastecer o veículo.

Junte-se ao Automundo no Instagram.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por automundo.pt (@automundo_pt) em

Depois de abastecer o veículo deite as luvas fora

Assim que terminar de abastecer o veículo deve deitar as luvas ou papel fora. Todas as bombas têm um caixote do lixo. Ainda assim, não se esqueça que, durante o ato de tirar as luvas ou deitar o papel fora, evite tocar com as mãos em zonas que estiveram em contacto com a mangueira. Este passo é realmente importante.

Veja também: Como reagendar as suas viagens devido ao surto de coronavírus

Deve ter sempre um gel desinfetante no veículo

Por fim, quando estiver no veículo desinfete as mãos antes de tocar, por exemplo, no volante. Voltamos a recordar que durante o período de pandemia é necessário redobrar os cuidados e, como vai ver, não custa nada. Isto é tudo para o seu bem.

Clique aqui para se juntar ao Automundo no Facebook

Donos de carros elétricos devem fazer extamente a mesma coisa

Numa altura em que os elétricos têm cada vez mais importância no mercado automóvel, de referir que as quatro medidas faladas em cima também abrangem os veículos elétricos. Apesar do processo ser ligeiramente diferente, deve manter os cuidados quando recorre, por exemplo, a um posto de carregamento rápido. A única coisa que muda é o tipo de “combustível” utilizado, a proteção deve (e tem) de ser a mesma.

Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

Top