Artigo de Guilherme André
16-04-2020

Quando o Porsche Taycan chegou ao mercado, foi visto como um rival direto do Tesla Model S. Aliás, aqui no Automundo achámos o mesmo. No entanto, parece que a marca alemã tem outro ponto de vista válido e bem estruturado. Michael Steiner, responsável de pesquisa e desenvolvimento na Porsche, afirma que a Tesla não procura o mesmo que a marca alemã.

Leia ainda: Volkswagen levou três novos R a passear no circuito de Nurburgring

Em entrevista à Automotive News, mostra que a marca norte-americana “procura os modelos de volume”. “Apesar das pessoas gostarem de nos meter frente a frente, nós [Porsche] não consideramos a Tesla como um rival direto”, afirma Steiner. “Com o Model 3, é claro que eles procuram de forma agressiva o segmento de volume”. Por outro lado, mostra que a o fabricante alemão procura um tipo de cliente mais exclusivo. Isso é bem claro quando vemos a diferença de preços entre o Taycan e os modelos da Tesla. O elétrico alemão começa em Portugal nos 110 128 €, enquanto o Model S Long Range custa 89 800€.

Junte-se ao Automundo no Instagram.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por automundo.pt (@automundo_pt) em

Porsche não pretende ser líder em autonomia elétrica

Relativamente a tecnologia de baterias ou autonomia, a Porsche também tem um plano bem traçado. “Na nossa opinião, o tipo de baterias de alta capacidade que se podem encontrar no Model S não são ideais em termos de sustentabilidade. Nós acreditamos em baterias mais pequenas, leves, e menos caras que consigam recarregar mais rapidamente. Não pretendemos ser líderes em autonomia elétrica”, terminou Michael Steiner.

Clique aqui para se juntar ao Automundo no Facebook

foto: Top Gear

Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

Top