Artigo de Equipa Automundo
21-05-2021

Os carros elétricos têm ganho quota de mercado por esses países fora. A Noruega, por exemplo, é um “case-study” de recetividade a este tipo de veículos. No entanto, não é segredo para ninguém que continuam a ser muito caros. Isto quando comparados com os automóveis a gasóleo ou gasolina. O que pode ajudar a que o preço final seja mais atrativo é a previsão da Bloomberg. Esta diz que em 2027 os elétricos já serão mais baratos de produzir que os a combustão.

Até 2027, os carros elétricos vão ser mais baratos do que os a combustão

A Transport & Environment incumbiu a Bloomberg New Energy Finance (BNEF) de analisar como a Europa poderá ser rápida ou não em executar a transição de carros a combustão para carros elétricos. A conclusão foi que a transição é possível, caso a Europa consiga o apoio político necessário.

Leia ainda: Dacia Spring é o carro elétrico mais barato do mercado

Segundo a análise efetuada, o design dos veículos, a produção a grande escala e a queda do preço das baterias irão permitir que os preços baixem cerca de um terço nos próximos anos. Além disto, há cada vez mais marcas a apostarem neste segmento. E, este aumento de concorrência, irá forçosamente beneficiar o consumidor. Em jeito de conclusão, a Bloomberg aponta que os países da Europa vão ter que ser rigorosos nas suas políticas, com normas relativas às emissões, impostos sobre o carbono e mais incentivos.

Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

Top