Artigo de Guilherme André
02-10-2019

Com o crescimento das soluções de mobilidade nas cidades, começam a surgir novas estratégias para cativar a população, sendo e a mais recente, da Uber. De facto, as bicicletas elétricas da Jump vão passar a ter uma subscrição mensal em Lisboa, uma estreia na Europa. Esta espécie de “passe” é um projeto piloto que vai durar quatro meses, ou seja, até 31 de janeiro de 2020. Assim, a empresa vai disponibilizar uma solução para quem não gosta da confusão dos transportes públicos.

Bicicletas da Jump vão ter dois tipos de mensalidade

Para além disso, foram pensadas duas modalidades denominadas Electric e Electric+. A primeira limita a utilização a 15 minutos por dia durante um mês. Esta tem um custo mensal de 24,90€. Já o Electric+ aumenta o tempo de utilização diário para 30 minutos todos os dias do mês. No entanto, o preço sobe para os 39,90€.

Leia ainda: Smart Summon da Tesla tem demonstrado muitas falhas

Com estas novas soluções a entrarem em vigor no dia 1 de outubro, as bicicletas Jump passam a ter um custo de 20 cêntimos por minuto para viagens fora dos planos em cima referidos.

Uber apenas vai aceitar subscrições até dia 30 de novembro

Ainda assim, a quantidade de subscrições aceites é limitada. Apenas vai ser possível adquirir algum destes planos até dia 30 de novembro. Relativamente à renovação, os consumidores não precisão de se preocupar, já que esse processo é feito de forma automática.

Clique aqui para se juntar ao Automundo no Facebook

Caso exceda o tempo de utilização estipulado pelo plano que escolher, será cobrada a tarifa normal para o o tempo excedentário. Por fim, não é possível acumular minutos.

Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

Top