Artigo de Guilherme André
20-02-2020

A BMW prepara-se para aumentar a oferta eletrificada com a nova 330e Touring. A carrinha vai utilizar a mesma motorização híbrida plug-in do carro, ou seja, recorre ao motor quatro cilindros 2.0 lt a gasolina que debita 184 cavalos. O motor elétrico, integrado na caixa automática de oito velocidades, debita uns adicionais 113 cavalos. Deste modo, a potência combinada chega aos 252 cavalos e 420 Nm de binário.

Leia ainda: Porsche Macan Soul, a nova edição limitada que custa mais de 90 mil euros

Para além disso, quando escolhe o modo de condução Sport, estes números aumentam. De facto, o denominado XtraBoost oferece mais 40 cavalos por um período máximo de 10 segundos. Ou seja, durante esse tempo a carrinha chegará aos 292 cavalos. O cliente vai ter à disposição duas variantes: uma com tração traseira e outra com tração integral.

BMW 330e Touring percorre 65 km em modo 100% elétrico

Tal como no carro, a BMW 330e Touring também permite uma condução 100% elétrica. Assim, é possível percorrer até 65 km sem recorrer ao motor a combustão, até uma velocidade máxima de 140 km/h. O propulsor é alimentado pela bateria de iões de lítio com 12 kWh de capacidade. A marca alemã afirma que a bateria reduz, mas pouco, a capacidade de bagageira. Assim, com os bancos rebatidos, os clientes têm à disposição 1420 litros.

Veja também: Dois modelos da Tesla passam a oferecer mais autonomia

No interior nada muda à exceção dos novos menus para controlar o sistema híbrido plug-in. A BMW 330e Touring inclui de série controlo por voz, assistentes de estacionamento, navegação e conectividade com o smartphone. Caso inclua o kit de equipamento M Sport, será acrescentado, por exemplo, a suspensão desportiva adaptativa. Por fim, a carrinha híbrida plug-in está prevista para o verão de 2020.

Clique aqui para se juntar ao Automundo no Facebook

Percorra a galeria e conheça a carrinha híbrida plug-in.

Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

Top