Artigo de Guilherme André
19-09-2019

O pequeno elétrico BMW i3 não vai receber mais nenhuma melhoria, contudo, vai continuar a ser disponibilizado na forma atual, segundo declarações do diretor de marketing da BMW, Pieter Nota. Este acontecimento deve-se à mudança de estratégia. A BMW vai concentrar-se na eletrificação dos modelos mais populares da marca nos próximos anos.

Leia ainda: Volkswagen T-Roc R já está disponível em Portugal

Um dos principais planos é o futuro SUV iNext que deverá surgir em 2021. Para além disso, a BMW vai também criar um i4 (idêntico ao Série 3) e um i5 (utilizando a base do X5), ambos pensados para 2023. Ainda nesse ano vai ser apresentado o i7, ou seja, tal como o nome indica, um série 7. Já o pequeno i3 vai continuar em comercialização, no entanto, não se sabe por quanto tempo.

BMW i3 foi um pioneiro em 2013

A BMW lançou, em 2013, o i3 com o objetivo de explorar o mercado de carros elétricos compactos. Inicialmente, começou com 60 Ah (22 kWh). Passados três anos (2016) surgiu a primeira atualização de bateria para 94 Ah (33.2 kWh). Por fim, a última melhoria foi a de 120 Ah (42,2 kWh) em 2018, oferecendo, segundo a BMW, 310 km.

Clique aqui para se juntar ao Automundo no Facebook

Até agora foram produzidos 150 mil unidades do i3. Curiosamente, na primeira metade de 2019 foram vendidos mais exemplares, do que no mesmo período em 2018, um crescimento na casa dos 21%. Este facto pode ser justificado pelo aumento de procura por veículos elétricos.

Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

Top