Artigo de João Isaac
12-09-2019

O M-Byte é o SUV totalmente elétrico que a marca chinesa Byton revelou oficialmente durante o Salão de Frankfurt. Com 4,875 metros de comprimento, é maior do que o Jaguar I-Pace mas mais curto do que um Audi e-tron. A Byton já está a aceitar reservas para o seu novo SUV. Posteriormente, vai lançar um segundo modelo elétrico, o K-Byte, recorrendo à mesma plataforma.

Leia ainda: Porsche apresenta novos 911 Carrera 4 Coupé e Cabriolet

No interior, a que a Byton se refere como um lounge digital, a visão dos passageiros é inundada pelos vários ecrãs. Se no banco traseiro estão disponíveis dois displays colocados nas costas dos bancos dianteiros, para quem viajar à frente o ambiente é completamente dominado pelo ecrã de 48 polegadas. Os bancos dianteiros são rotativos e facilitam a comunicação entre os passageiros.

Tecnologia intuitiva

As inúmeras funções podem ser controladas através dos mais comuns botões táteis, mas o Byton inclui reconhecimento facial e ainda comandos por voz e por gestos, facilitando a interação com tanta tecnologia. O desenvolvimento do SUV da Byton incluiu testes em ambientes e climas rigorosos. O M-Byte foi posto à prova quer no calor abrasador do Arizona, quer exposto ao frio extremo da Mongólia.

Clique aqui para se juntar ao Automundo no Facebook

Ao utilizar um carregador de 150 kW, a bateria recupera até 80% da sua capacidade em apenas 35 minutos. A velocidade máxima do M-Byte é 190 km/h. Estão disponíveis duas versões, uma com 200 kW de potência (270 cv), com tração traseira, e outra de 300 kW (402 cv) com tração integral. A primeira acelera de 0 a 100 km/h em 7,5 segundos, a mais potente precisa de apenas 5,5 segundos.

A autonomia do Byton varia, consoante a versão, entre os 430 e os 550 quilómetros (NEDC). O M-Byte chega à Europa em 2021 e a Byton, para a versão base, vai pedir cerca de 45 mil euros, antes de impostos.

Percorra a galeria e veja as fotos do Byton M-Byte.

Fotos: Byton

Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

Top