Artigo de João Isaac
25-10-2019

O trabalho de Carlo Abarth, fundador da marca com o seu nome em 1949, foi mais uma vez homenageado pelo seu talento e engenho. Desta vez foi a cidade de Turim, capital da região do Piemonte, a reconhecer os feitos de Abarth, dando o seu nome a uma rua. Na cerimónia estiveram presentes responsáveis da FCA, bem como da cidade transalpina.

Leia ainda: Novo Volkswagen Golf está mais digital e tem cinco versões híbridas

“Este ano, a Abarth celebra o seu 70º aniversário. Dar a uma rua de Turim o nome do seu fundador, Carlo Abarth, é seguramente o melhor modo de encerrar um ano recordista em comemorações de alto nível”, afirmou Luca Napolitano, responsável pelas marcas Fiat e Abarth na região EMEA. “Gostaria de agradecer à cidade de Turim o reconhecimento em relação a uma pessoa que revolucionou o mundo dos automóveis de competição”, continuou.

Veja o vídeo:

Abarth e Fiat, uma relação duradoura

Carlo Abarth nasceu na Áustria em 1908 mas foi em Itália que passou praticamente toda a sua vida. Estabeleceu-se em Turim e em 1949 começou a sua carreira na Cisitalia. Posteriormente abriu a primeira filial da empresa em conjunto com o piloto Guido Scagliarini. Focaram-se em produzir kits de preparação, desenvolvendo uma longa parceria com a Fiat. A sua primeira criação foi o 204 A, um sucessor do Fiat 1100, modelo que entrou para história quando Tazio Nuvolari, em 1950, levou-o à sua última vitória na prova Palermo-Monte Pellegrino.

Clique aqui para se juntar ao Automundo no Facebook

Turim foi igualmente o palco do lançamento do mítico Fiat 500 de 1957. Abarth rapidamente se interessou pelo pequeno Fiat. Assim, reconhecendo o seu potencial, criou o Fiat Abarth 595s, um projeto vencedor em várias pistas. Ao mesmo tempo, foram lançados os kits de preparação Abarth, levando o espírito da competição aos clientes do muito procurado 500.

Foto: FCA Group

Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

Top