Artigo de Equipa Automundo
20-10-2020

A Dacia mudou a face da indústria automóvel com um inovador modelo económico e com a sua gama de automóveis. Em 2004, o Logan veio democratizar a compra do automóvel “novo”, o Duster abalou por completo o segmento dos SUV, enquanto o Sandero é o líder de vendas de automóveis de passageiros a particulares na Europa.  A Dacia abre todo um novo capítulo na sua história, com a apresentação do seu modelo 100% elétrico. Uma chegada ao efervescente segmento dos citadinos elétricos, anunciada em março de 2020, com a revelação do concept Dacia Spring Electric.

Agora, a Dacia apresenta a versão de produção do Spring Electric, acompanhada de duas variantes, nunca antes vistas, que visam uma mobilidade mais sustentável: uma versão adaptada à partilha de automóvel, para uma mobilidade elétrica partilhada, e uma versão comercial denominada Cargo, que se destina às entregas de último quilómetro (last mile), sem emissões poluentes. Como não podia deixar de ser, o Spring Electric é uma verdadeira revolução: será o citadino elétrico mais acessível do mercado e torna a mobilidade elétrica ainda mais abrangente. Com um disruptivo look de SUV, apresenta uma habitabilidade referencial, uma motorização elétrica simples e fiável, como é apanágio da Dacia.

Leia ainda: Tesla Cybertruck e como o design fora do comum está a ser um sucesso

A Dacia adaptou o conceito de mobilidade elétrica à sua filosofia, de oferecer automóveis contemporâneos, que respondam a necessidades essenciais: o Spring Electric é um pequeno automóvel elétrico espaçoso, robusto e proposto a um preço verdadeiramente imbatível. O início das encomendas do Novo Dacia Spring Electric está previsto para a primavera de 2021, com uma gama e uma oferta comercial simples: bateria já incluída no preço de aquisição e dois níveis de equipamento.

Um aspeto de SUV

As linhas assertivas estão recheadas de atributos inspirados no universo dos SUV, como o alargamento das cavas das rodas, as barras de tejadilho, as proteções inferiores na dianteira e na traseira, ou a maior altura ao solo (150 mm em vazio), que transmitem uma inegável sensação de robustez. Ainda assim, o Spring Electric é um verdadeiro citadino já que, ao contrário do que as aparências sugerem, as dimensões são contidas: 3,73 metros de comprimento, 1,62 metros de largura (sem retrovisores) e 1,51 metros de altura.

Uma identidade dianteira marcante

O Spring não passa despercebido. A dianteira transmite uma personalidade forte e vincada, com os faróis dianteiros afilados em LED, cuja linha horizontal se prolonga até à grelha, um capot com nervuras proeminentes e volumosos para-choques. Detalhe distintivo dos automóveis elétricos, a grelha dianteira do Spring é fechada, com relevos em 3D, e dissimula, com elegância, a tampa que dá acesso ao ponto de recarga cuja abertura é operada a partir do habitáculo. Com uma personalidade forte, o Spring Electric assume, sem preconceitos, um desenho irreverente, reforçado por um pack colorido disponível na versão de lançamento: os retrovisores, a parte decorativa das barras de tejadilho e a moldura dos faróis de nevoeiro dianteiros são cor de laranja. Com esta decoração, a mobilidade elétrica conjuga, na perfeição, o estilo e a diversão.

Traseira dinâmica

A traseira, na sua metade superior, é inspirada na vocação urbana e familiar do Spring, com um óculo traseiro curvo, farolins arredondados e curvas suaves. Na zona inferior, os detalhes estéticos remetem para o mundo dos SUV: o parachoques traseiro conta com uma proteção não pintada e um patim em tons de cinza claro, os refletores estão embutidos em falsas saídas de ar e os guarda lamas são nervurados. Estes detalhes estéticos ajudam a tornar a traseira do Spring mais dinâmica e agressiva.

Percorra a galeria e veja mais fotos do Dacia Spring Electric.

Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

Top