Artigo de Guilherme André
27-09-2019

A Maserati vai fazer várias alterações na gama, onde se destaca a eletrificação. De facto, a ofensiva da marca italiana começa com a renovação do Ghibli. Este será o primeiro modelo híbrido do fabricante, contudo, ainda não foi revelado se passará por um mild hybrid ou plug-in. A renovação do modelo deve chegar já em 2020 e recebe a tecnologia de condução autónoma nível 2.

Leia ainda: Genovation GXE atinge novo recorde de velocidade de elétricos

A Maserati tem também um novo modelo na calha. Falamos do protótipo apresentado em 2014 que recebeu o nome Alfieri. Segundo as informações recolhidas será um desportivo e vai receber uma motorização com algum tipo de eletrificação. Passando para os 100% elétricos, a Maserati deve introduzir na nova geração do GranTurismo e GranCabrio. Caso isto se confirme, fica por saber se vão continuar a existir versões com motores a combustão.

Veja o vídeo:

Maserati vai produzir um novo SUV

Seguindo as tendências das marcas de luxo, como a Lamborghini ou a Rolls-Royce, está previsto um novo SUV que será inferior ao Levante. Ainda assim, para se poder produzir este SUV é necessário realizar uma reestruturação da fábrica de Cassino, um investimento que deve rondar os 800 milhões de euros. As primeiras previsões apontam para o lançamento em 2021.

Clique aqui para se juntar ao Automundo no Facebook

Em suma, esperam-se várias alterações na marca de luxo italiana, no entanto, é preciso esperar para ver. Por fim, esta nova estratégia está em linha com o investimento de cinco biliões de euros do grupo FCA.

Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

Top