Artigo de Guilherme André
12-11-2019

Chegou ao fim a produção dos Maserati GranTurismo e GranCabrio. Para marcar esta data, a marca italiana decidiu fazer algo diferente no último veículo a sair da fábrica. O resultado foi este GranTurismo Zéda revestido a azul, preto e branco. A transição entre cores foi feita de forma subtil, tornando-o num one-off que deve ser muito desejado por colecionadores. Mas porquê o nome Zéda? A marca explica dizendo que é a palavra para a letra Z no dialeto praticado em Modena, Itália.

Leia ainda: 15 motos que fizeram as delícias no Salão de Milão

O Maserati GranTurismo foi apresentado em 2007 no Salão Automóvel de Genebra, enquanto o GranCabrio surgiu em 2009 no de Frankfurt. As duas versões desenhadas pela Pininfarina estão equipadas com um poderoso V8 desenvolvido em parceria com a Ferrari. No total, a Maserati vendeu 28 805 unidades do coupe e 11 715 do cabrio.

Maserati GranTurismo volta em 2021, mas elétrico

No entanto, este modelo vai fazer apenas um “descanso” já que os planos da marca indicam que a nova geração GranTurismo chega em 2021. Já o GranCabrio está pensado para o ano seguinte. Contudo, de salientar que o futuro do modelo passa pela eletrificação. De facto, a Maserati já anunciou que este modelo vai ser o primeiro a adotar uma solução 100% elétrica na história da marca. Fica por saber se vai continuar a ter alguma variante com motor a combustão.

Clique aqui para se juntar ao Automundo no Facebook

Percorra a galeria e conheça o Maserati tricolor.

Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

Top