Artigo de Guilherme André
18-06-2020

Numa altura em que o mercado de pick-ups começa a crescer em número e procura, parece que há cada vez mais marcas a investir neste segmento. Desta vez, apresentamos a Mazda BT-50, um nome que esteve afastado alguns anos da gama de modelos do fabricante. Esta criação, ainda sem certezas se chega à Europa, só acontece devido a um fator importante. Isto porque, a Isuzu terminou a ligação com a Ford, algo que já durava há 48 anos, e juntou-se à Mazda. Assim, a nova Mazda BT-50 surge com a mesma plataforma da Isuzu D-Max, ou seja, chassis de travessas e longarinas.

Mazda BT-50 com filosofia de design Kodo

No entanto, a marca nipónica apostou forte na estética. De facto, surge com as linhas já reconhecidas dos outros modelos Mazda, seguindo a filosofia de design Kodo. Destaque para a dianteira onde encontramos a grelha em escudo. Já no interior, sobressai o ecrã tátil de nove polegadas onde se encontra o sistema de infotainment. Sem esquecer os típicos controlos de ar condicionado, neste caso, replicados da D-Max.

Leia ainda: Citroën mostra primeiras imagens do novo carro elétrico ë-C4

Relativamente a motor, aqui a Mazda também aproveitou os conhecidos da Isuzu. Deste modo, recorrem ao novo motor quatro cilindros 3.0 turbodiesel de 190 cavalos e 450 Nm de binário. Como seria de esperar, a pick-up estará disponível em versões de tração integral e apenas traseira, sem esquecer a capacidade de reboque até 3500 kg.

Clique aqui para se juntar ao Automundo no Facebook

Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

Top