Artigo de Guilherme André
02-12-2019

O McLaren 720S Spider conquistou o prémio de supercarro do ano nos Coyote Automobile Awards, em Paris. Este evento, liderado pelo experiente jornalista Lionel Robert, é composto por 12 juris onde se inclui o piloto Nicolas Prost, filho do ex-campeão do mundo de Fórmula 1 Alain Prost. Assim, o 720S conquistou 26 pontos, mais quatro do que o segundo lugar Porsche 911 (22 pontos). No último lugar do pódio terminou o Audi R8 Performance (13 pontos).

O 720S Spider partilha motor com o Coupé

O McLaren 720S Spider destaca-se pelo tejadilho rígido retrátil que é composto por uma só peça, feita em fibra de carbono. O processo de abertura da capota demora apenas 11 segundos e, para além disso, o condutor pode realizar o processo em movimento até aos 50 km/h.

Leia ainda: Mercedes-AMG One foi adiado e só chega em 2021

Ao nível de motor está equipado com o V8 bi-turbo de 4,0 litros, o mesmo da versão Coupé. Assim, debita 720 cv e 770 Nm de binário, algo que possibilita acelerar dos 0 aos 100 km/h em 2,9 segundos. Já até aos 200 km/h o tempo sobe para os 7,9 segundos. A velocidade máxima situa-se nos 341 km/h, valor que é reduzido para os 325 km/h caso a capota esteja recolhida.

Clique aqui para se juntar ao Automundo no Facebook

O Coyote Automobile Awards corou ainda a Audi RS6 como o carro de eleição, Alpine A110S no design, Citroen Berlingo Van na categoria de carro de empresa. Destaque ainda para a vitória do Tesla Model 3 como carro mais seguro, Skoda Scala como um negócio a ter em conta, Renault Zoe na distinção de carro verde do ano. Por fim, o Peugeot 2008 levou a melhor na categoria dos SUV, Mercedes-Benz Classe B no que diz respeito a conectividade e o Volkswagen ID. Buggy como concept de 2019.

Percorra a galeria e recorde o veja o supercarro da McLaren.

Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

Top