Artigo de João Isaac
23-12-2019

A McLaren concluiu os testes finais do seu novo Speedtail com um teste de velocidade. O piloto de testes Kenny Brack acelerou até aos 403 km/h no Kennedy Space Center, na Florida. O protótipo XP2 atingiu a sua velocidade máxima mais de 30 vezes na pista habitualmente utilizada pelo vaivém espacial.

Leia ainda: Próximo Ford Focus RS vai ser híbrido com mais de 400 cavalos

A produção dos primeiros 106 exemplares do Speedtail teve início nas instalações da McLaren em Woking, Reino Unido, com as primeiras entregas a estarem agendadas para o próximo mês de fevereiro de 2020. O novo Speedtail combina a excelência do seu design aerodinâmico com a mais evoluída tecnologia e performance. A carroçaria mede quase 5,2 metros de comprimento e é construída em fibra de carbono.

“O facto dos testes finais de velocidade do McLaren Speedtail terem sido realizados aqui é muito relevante. Este é um local imediatamente associado quer à inovação, quer à nossa capacidade de superação. O Speedtail é um automóvel extraordinário que simboliza na perfeição o espírito pioneiro da marca e ilustra a nossa determinação em continuar a definir novas referências no segmento dos supercarros”, refere Mike Flewitt, CEO da McLaren Automotive.

Clique aqui para se juntar ao Automundo no Facebook

O propulsor híbrido – não plug-in – do Speedtail desenvolve 1055 cavalos e 1150 Nm de binário. No entanto, a aceleração de 0 a 100 km/h nem sequer é divulgada pela McLaren. Assim, de forma a medir a impressionante performance do Speedtail, foi divulgada a aceleração dos 0 aos 300 km/h, medição em que a nova arma da marca britânica regista menos de 13 segundos.

Percorra a galeria e veja as fotos do novo McLaren Speedtail.

Fotos: McLaren Automotive

Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

Top