Artigo de Guilherme André
01-04-2020

A pandemia de coronavírus está a ter um grande impacto em todas as indústrias e os automóveis não são exceção. A Associação Automóvel de Portugal (ACAP) revelou que em março de 2020 foram matriculados 12 399 automóveis novos. Isto representa uma queda vertiginosa de 56,6% face ao mesmo mês de 2019. Segundo a mesma fonte, os dados só não foram ainda piores porque muitos dos veículos entregues já tinham sido encomendados antes da pandemia de coronavírus. Em termos acumulados, no primeiro trimestre de 2020, foram matriculados 52 941 veículos novos. Este número mostra que, face ao período homologo em 2019, a queda é de 24%.

Leia ainda: Kia Ceed SW híbrida plug-in chega a Portugal por 36 mil euros

Decompondo estes dados, a Renault foi a marca que mais vendeu em março de 2020. O fabricante gaulês entregou 1266 veículos, uma queda de 68% face ao mesmo período de 2019. No segundo lugar surge a Mercedes com 1192 unidades matriculadas (uma queda de 65,7%) e o pódio é encerrado pela BMW com 857 unidades vendidas (menos 36,9%).

Clique aqui para se juntar ao Automundo no Facebook

De salientar que nem todas as marcas registaram uma perda em março. Começando pela Tesla, a marca liderada por Elon Musk matriculou 544 unidades, um crescimento de 34,7% quando comparado com os 355 veículos em março de 2019. Outra marca que também registou um ligeiro aumento foi a Land Rover ao saltar de 33 unidades em 2019 para 42 em 2020. Por fim, com 3 unidades vendidas, mais uma do que no ano passado, a Bentley assume-se como a única marca de luxo com percentagem positiva em março no mercado automóvel português.

Junte-se ao Automundo no Instagram.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por automundo.pt (@automundo_pt) em

Renault lidera mercado automóvel português no primeiro trimestre de 2020

Relativamente a dados acumulados nos três primeiros meses do ano, a Renault também segue na liderança. A marca gaulesa matriculou 5401 unidades no primeiro trimestre de 2020, menos 30,8% face ao período homologo em 2019. No segundo posto surge a Peugeot 4884 unidades (-26,3%). A Mercedes-Benz fecha o pódio com 4208 carros matriculados (-2,7%).

Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

Top