Artigo de Guilherme André
04-03-2020

O cancelamento do Salão Automóvel de Genebra foi uma notícias muito má para o mundo automóvel. De facto, estavam marcadas várias apresentações de automóvel, que estamos a acompanhar aqui no Automundo, e que tiveram de se realizar, algumas delas, via stream online. É o caso do restyling do novo Mercedes-Benz Classe E.

Leia ainda: Audi A3 Sportback chega com design moderno e interior mais tecnológico

Começando por fora, o modelo alemão modernizou as linhas. De facto, está mais idêntico com a restante gama da Mercedes-Benz. De um modo geral, as principais diferenças acontecem ao nível dos para-choques e assinatura de luzes. Se no exterior as modificações são discretas, no interior vemos uma revolução, principalmente ao nível tecnológico. Para além dos dois ecrãs unidos, algo que começa a ser “tradição” em modelos da Mercedes, é nos assistentes à segurança que sobressaí. De série recebe, por exemplo, o assistente de travagem ativa, mas há muito mais para além disso. Ainda no interior, um detalhe que salta à vista é o novo volante num redesenhado formato de três raios.

Clique aqui para se juntar ao Automundo no Facebook

Passando para versões e motores, o novo Classe E tem, literalmente, opções para todos os gostos. Assim, de referir a inclusão de sete variantes híbridas plug-in que podem ser a gasolina ou Diesel. Destaca-se o novo quatro cilindros 2.0 lt a gasolina. Este debita 272 cavalos e 400 Nm de binário. No entanto, o sistema elétrico de 48V ajuda a impulsionar o Classe E com mais 20 cavalos e 180 Nm. Algo que também mereceu uma revisão pelos engenheiros do fabricante alemão foram as versões híbridas plug-in. A autonomia elétrica mantém-se nos 50 km. As variantes híbridas plug-in vão poder equipar qualquer carroçaria do modelo, ou seja, sedan ou carrinha.

Junte-se ao Automundo no Instagram.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por automundo.pt (@automundo_pt) em

Mercedes-AMG E 53 une o luxo com performance

Caso queira mais do que todos os luxos do alemão premium, tem ainda o Mercedes-AMG E 53. Este está equipado com um motor seis cilindros 3.0 lt que chega aos 435 cv e 520 Nm de binário. Para além disso, o sistema mild-hybrid EQ Boost garante, de forma momentânea, um extra de 22 cavalos e 250 Nm de binário. Perante isto, a aceleração dos 0 aos 100 km/h faz-se em 4,5 segundos (4,6 s na variante carrinha), estando a velocidade máxima limitada a 250 km/h. Porém, há um opcional que aumenta estes números para 270 km/h.

Percorra a galeria e conheça o renovado Classe E da Mercedes-Benz.

Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

Top