Artigo de João Isaac
20-08-2019

A Mercedes-Benz apresentou as novas motorizações híbridas plug-in dos seus modelos Classe A e B. Designados por A 250 e e B 250 e, os novos híbridos plug-in da marca alemã representam mais um passo para o objetivo de oferecer mais de 20 modelos plug-in na sua gama. No caso do Classe A, a motorização híbrida está disponível quer na carroçaria hatchback, quer no sedan.

Leia ainda: Nissan prepara-se para revelar a segunda geração do Juke

Os novos A e B 250 e utilizam um motor 1,3 litros turbo, a gasolina, com 160 cavalos combinado com um elétrico de 75 kW (cerca de 100 cavalos). O motor elétrico serve igualmente de motor de arranque do motor térmico. A potência combinada é de 218 cavalos e o binário atinge uns expressivos 450 Nm. A adoção desta tecnologia praticamente não roubou espaço de bagageira.

Eficiência e performance juntas

Tomando como exemplo a carroçaria sedan do Classe A, o novo híbrido atinge os 235 km/h e chega aos 100 km/h em apenas 6,6 segundos. Em modo puramente elétrico, consegue atingir os 140 km/h. Assim, a autonomia declarada segundo o ciclo WLTP é de cerca de 65 quilómetros.

Clique aqui para se juntar ao Automundo no Facebook

Quanto a tempo de carregamento, com uma wallbox de 7,4 kW, a bateria precisa de 1 hora e 45 minutos para ser carregada de 10 a 100%. Com corrente direta, de 10 a 80%, o processo demora 25 minutos. Os novos híbridos plug-in de acesso à gama da Mercedes-Benz têm chegada ao mercado prevista para o final deste ano. No entanto, para Portugal não são ainda conhecidos os preços.

Percorra a galeria e veja as fotos dos novos Classe A e B híbridos plug-in.

Fotos: Mercedes-Benz

Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

Top