Artigo de Guilherme André
27-05-2020

A Mini decidiu atualizar o Countryman com mais argumentos tecnológicos e motores mais eficientes. Ao nível visual, as mudanças são ligeiras com destaque para as novas jantes, mas também faróis e farolins LED de série. Passando para o interior, mais uma vez as alterações são de pormenor com exceção do painel de instrumentos digital de cinco polegadas estreado no Cooper SE. Sem esquecer o infotainment com assistente de voz da Amazon, a Alexa.

Leia ainda: BMW lança três novidades de uma vez com foco na eletrificação

Contudo, as principais novidades acontecem, como seria de esperar, nas motorizações. Apesar de manter todas as motorizações do pré-restyling, a marca refere que estes são mais eficientes. Para tal, foram realizadas melhorias nos motores a gasolina com a adoção de filtro de partículas e um novo motor de arranque. Nos mais potentes Cooper e Cooper S, o coletor de escape encontra-se ligado à cabeça do motor. Passando para o Diesel, a principal novidade é a inclusão do turbo da variante SD, na Cooper D.

Mini Countryman híbrido plug-in tem 224 cavalos

Para quem procura uma unidade mais “amiga do ambiente”, existe o Mini Cooper SE Countryman ALL4, a variante híbrida plug-in do crossover. Este garante uma potência combinada de 224 cavalos. Por fim, o fabricante não revelou quando é que esta atualização do Mini Countryman chega ao mercado, nem preços. Porém, tendo em conta as modificações ligeiras, o preço deve ser superior, mas não muito.

Clique aqui para se juntar ao Automundo no Facebook

Percorra a galeria e conheça a atualização do crossover.

Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

Top