Artigo de Guilherme André
27-02-2020

A Renault está focada em rejuvenescer grande parte da gama de modelos. Depois do Clio, Captur e Zoe chegou a vez do Talisman modernizar-se para atacar um mercado cada vez mais tecnológico. Apesar de ainda não terem sido revelados preços finais, sabe-se que chega ao mercado nacional no final do primeiro semestre, pela altura do verão. Para tal, o visual exterior mostra uma nova grelha, bem como para-choques redesenhados. De referir que toda a gama do novo Renault Talisman chega com 100% luzes LED.

Leia ainda: Novo Hyundai i30 apresenta-se com mais tecnologia e versões híbridas

Ao abrir a porta, a nova geração da berlina mostra vários detalhes diferenciadores. Desde logo o novo volante, idêntico ao apresentado no Clio. Mais à frente surge o painel de instrumentos digital configurável com 10,2 polegadas. No centro encontra-se o ecrã tátil de 9,3 polegadas que transmite a informação do sistema de infotainment Easy Link. Neste é possível configurar, por exemplo, a iluminação interior através do menu Multi-Sense. Para além disso está munido de navegação com informações de tráfego em tempo real e conectividade ao smartphone através dos Apple CarPlay e Android Auto.

Clique aqui para se juntar ao Automundo no Facebook

Quando se passa para a condução, o Renault Talisman apresenta várias soluções de segurança. Nomeadamente condução autónoma Nível 2, cruise control adaptativo de velocidade (tanto na direção como na velocidade), alerta de transposição de faixa ou manutenção na via. Sem esquecer o alerta de sonolência e detetor de ângulo morto.

Junte-se ao Automundo no Instagram.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por automundo.pt (@automundo_pt) em

Renault Talisman garante motores a gasolina e Diesel

Relativamente a motores, a berlina tem alternativas com os dois tipos de combustível. Nas opções a gasolina surge o motor quatro cilindros 1.3 turbo com 160 cavalos e 270 Nm de binário (TCe 160 ECD FAP). Tal como o nome indica, está associado à transmissão automática de sete velocidades EDC. A versão mais potente está equipada com o quatro cilindros 1.8 litros turbo que debita 225 cavalos e 300 Nm de binário (TCe 225 EDC FAP). Por fim, a oferta Diesel recorre, igualmente, a dois blocos quatro cilindros distintos. Assim, o mais acessível, 1.7 Bue dCi, está disponível em variantes de potência: 120 e 150 cavalos. Já o 2.0 Blue dCi chega aos 200 cv.

Percorra a galeria e conheça a nova geração da berlina.

Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

Top