Artigo de Equipa Automundo
08-02-2021

A aparência futurista é uma das imagens de marca da Tesla, e o camião da marca não foge à regra.  Elon Musk prometeu um camião totalmente elétrico e cumpriu. Chama-se Semi, foi apresentado em 2018, tem uma autonomia de 800km em autoestrada com um reboque de 40 toneladas. Depois de um prolongado silêncio sobre este projeto, Musk fez agora uma atualização sobre o camião.

“A principal razão pela qual não acelerámos novos produtos – como por exemplo o Tesla Semi – é porque simplesmente não temos células [de bateria] suficientes. Se fizéssemos o Semi agora, e podíamos facilmente seguir em frente com a produção do Semi agora, não teríamos células suficientes para ele”, afirmou Musk ao Techcrunch.

O camião futurista da Tesla está mais perto de ver a luz do dia

Um dos principais destaques do camião são as suas linhas aerodinâmicas. Segundo Musk, este novo veículo é mais aerodinâmico que o Bugatti Chiron. O Semi tem um coeficiente de resistência aerodinâmica de apenas 0.36, quando os valores dos camiões convencionais rondam entre 0.65 e 0.70. A tecnologia de autonomia na condução da Tesla vai ser aplicada no camião, ainda que seja, com naturalidade, otimizado para as necessidades específicas deste tipo de veículos.

Leia ainda: Tesla Cybertruck e mais 12 carros que surpreenderam pelo design

As grandes novidades chegam também ao habitáculo. Ao grande para-brisas, acrescenta a posição central do condutor, que permitirá uma visão mais clara da estrada. O Semi vai ser o camião mais rápido do mundo. Vai atingir os 96km/h em apenas 20 segundos, sem carga atinge a mesma velocidade em apenas 5 segundos. No que ao carregamento da bateria diz respeito, graças aos novos Megachargers vai ser possível carregar energia suficiente para 640km em apenas 30 minutos.

Fotos: D.R.

Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

Top