Artigo de João Isaac
16-12-2019

A Opel anunciou o lançamento de mais uma versão eletrificada do seu maior SUV, o Grandland X. Depois da versão de tração integral, a marca alemã prepara-se para lançar na gama Grandland X uma motorização híbrida plug-in com tração dianteira. Assim, este é o primeiro modelo do emblema de Rüsselsheim a dispor de duas versões híbridas na gama.

Leia ainda: Mitsubishi renova Space Star para começar 2020 com novos argumentos

O capot esconde um motor 1,6 lt Turbo de 180 cavalos, a gasolina, bem como um motor elétrico. A potência combinada é de 224 cavalos e o binário máximo atinge os 360 Nm. A autonomia elétrica declarada desta nova versão é 57 quilómetros, um número já medido segundo a norma WLTP. No capítulo da segurança, destacam-se elementos como a travagem autónoma com deteção de peões, o assistente de faixa de rodagem e o alerta de fadiga.

O motor de combustão destina-se à condução a médias e altas velocidades, sendo a propulsão elétrica a mais indicada para os percursos urbanos. No mercado alemão, por exemplo, os percursos diários têm, em média, 50 quilómetros. Assim, em alguns casos, será possível cumprir os trajetos sem emissões poluentes. O Grandland X Hybrid dispõe igualmente de três modos de condução: Electric, Hybrid e Sport. A sua velocidade máxima é 225 km/h e a aceleração de 0 a 100 km/h demora apenas 8,9 segundos.

Clique aqui para se juntar ao Automundo no Facebook

A bateria de 13,2 kWh está colocada debaixo do banco traseiro de forma a otimizar o espaço interior. Recorrendo a um carregador de 7,4 kW, opcional, a bateria pode ser carregada em menos de duas horas. Este é mais um passo para a eletrificação total da Opel, objetivo marcado para 2024.

Percorra a galeria e veja as fotos do novo Opel Grandland X Hybrid.

Fotos: Opel

Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

Top