Artigo de Guilherme André
22-07-2019

A Emory Motorsports, localizada em Hollywood, EUA, criou aquele que é por eles considerado “o mais icónico, contudo, personalizado 356 do planeta”. Tudo começou com um Porsche 356 B Coupé de 1960. Este encontrava-se com vários pontos de ferrugem na carroçaria.

A empresa, reconhecida pela transformação deste tipo de modelos, pôs mãos à obra e começou a substituir os painéis originais do veículo por painéis em alumínio, criados na própria fábrica. Deste modo, o 356 ficou com um aspeto mais agressivo e nitidamente mais largo.

Leia ainda: Chevrolet Corvette estreia motor central e transmissão automática

A nova carroçaria foi, de seguida, montada sobre um chassis de um 911 de 1990, geração 964. Assim, Emory pode equipá-lo com uma suspensão desportiva e pneus de maiores dimensões. Já na traseira, foi montado um quatro cilindros bi-turbo que produz 400 cavalos. Este motor não é original e passou por um grande processo de transformação.

Clique aqui para se juntar ao Automundo no Facebook

De facto, a empresa norte americana pegou num bloco seis cilindros do mais recente 964 e “cortou” dois cilindros. Para além disso, recebe dois turbo Garrett que se encontram expostos na traseira do veículo.

Percorra a galeria e veja a transformação do Porsche 356 pela Emory Motorsports.

Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

Top