Artigo de Guilherme André
28-10-2019

Os veículos elétricos têm cada vez mais fãs. Isto deve-se à evolução tecnológica e a um aumento generalizado de autonomia. Ainda de realçar a oferta cada vez mais diversificada, algo que está a ser bem aceite pelos portugueses. De acordo com o inquérito Mobility Monitor-2019, elaborado pela LeasePlan com o apoio da Ipsos, os condutores parecem estar a aceitar a transição entre motores a combustão e motores elétricos. Mais de 4000 pessoas inquiridas de 16 países diferentes, mostraram uma boa recetividade relativamente ao novo método de propulsão.

Leia ainda: Proprietário de Nissan Leaf obrigado a pagar mais de 30 mil euros por nova bateria

No entanto, de destacar os portugueses que são os mais positivos em relação aos veículos elétricos: 87% são a favor da tecnologia, enquanto 51% confirmam que o próximo veículo será elétrico. Este número demonstra o porquê da procura da grande procura, por exemplo, da Tesla. Quando se fala em fazer renting nos próximos cinco anos, 40% dos inquiridos salienta que vão optar por um elétrico. Ainda assim, Portugal consegue um número superior (57%).

Principal problema dos carros elétricos continua a ser o carregamento

No mesmo estudo frisou-se os principais problemas dos elétricos. Não é de estranhar que a maioria dos inquiridos tenha mencionado a falta de infraestruturas de carregamento. De facto, 80% dos entrevistados afirma que a preocupação é a falta de possibilidades de carregamento em zonas públicas. Por fim, os entrevistados salientaram os valores de autonomia. 45% dos inquiridos sente que os fracos valores são uma das causas para não comprar um elétricos. Já relativamente aos condutores portugueses a percentagem sobe para os 67%.

Clique aqui para se juntar ao Automundo no Facebook

Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

Top