Artigo de Guilherme André
10-04-2020

A Renault decidiu aumentar a oferta do Clio e Captur com a nova variante bi-fuel que conjugam gasolina com GPL. Estas têm por base o motor 1.0 TCe 100 e, como principal vantagem, o menor custo de utilização bem como a redução de emissões em aproximadamente 10%. Em ambos os modelos esta configuração bi-fuel surge associada à caixa manual de cinco velocidades.

Renault fez as contas de quanto se poupa nas variantes bi-fuel

Mas afinal, compensa aderir ao bi-fuel? Segundo as contas da Renault, ao realizar 20 mil quilómetros por ano, consegue poupar aproximadamente 450€. Isto porque, apesar do consumo ser superior, o preço por litro de GPL é cerca de metade da gasolina. Relativamente a este tipo de combustível o grande problema é encontrar um posto de abastecimento. Contudo, de referir que um em cada quatro bombas de combustível em Portugal já conta com GPL. Mais se acrescenta que, graças a dois depósitos (gasolina e GPL), ambos os modelos têm autonomia combinada superior a 1000 km.

Leia ainda: Tesla mostra novos ventiladores que recorrem a peças do Model 3

Junte-se ao Automundo no Instagram.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por automundo.pt (@automundo_pt) em

Por fim, não se precisa de preocupar quando chega a altura de mudar entre combustíveis, visto que tanto o Captur como o Clio fazem a troca de forma autónoma. No que diz respeito a preços, o Clio Bi-Fuel, com o nível de equipamento Intens, começa nos 18 610€. O Captur está disponível em Zen e Exclusive e começam nos 20 790€ e 22 590€ respetivamente.

Clique aqui para se juntar ao Automundo no Facebook

Percorra a galeria e conheça as novas variantes bi-fuel do Clio e Captur.

Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

Top