Artigo de Guilherme André
25-10-2019

Omar Awan estava a conduzir um Tesla Model S na Flórida, Estados Unidos, quando perdeu o controlo e despistou-se e embateu, tal como mostra a foto, numa palmeira. Logo de seguida a bateria de iões de lítio pegou fogo e o condutor acabou por morrer dentro do veículo. Este incidente aconteceu em fevereiro, contudo, a família do condutor decidiu processar o fabricante norte americano, porque acreditam que o Model S tem um defeito.

Leia ainda: Lexus LF-30 concept, as primeiras linhas do futuro elétrico da marca

Quando olhando para a constituição do Model S, é possível perceber que tem uma tecnologia de maçanetas das portas “escondidas” dentro da carroçaria, um dos fatores mencionados na queixa. “O incêndio envolveu o Tesla e queimou Awan. Tudo porque este modelo [S] tem maçanetas inacessíveis, sem outra maneira de abrir as portas [pelo lado de fora] e um risco de incêndio irracionalmente perigoso”, disse Stuart Grossman, advogado da família de Omar ao The Washington Post.

Clique aqui para se juntar ao Automundo no Facebook

Isto porque, de acordo com os relatos, várias pessoas juntaram-se para tentar ajudar a retirar o condutor de dentro do veículo, no entanto, não conseguiram abrir as portas devido ao mecanismo automático.

Tesla argumentou que os veículos são projetados para serem os carros mais seguros do mundo

Em declarações ao jornal Florida Sun-Sentinel, a Tesla lamentou o sucedido. Ainda assim, afirmou que “os veículos da Tesla são projetados para serem os carros mais seguros do mundo”. Porém, relembrou que acidentes a velocidades elevadas podem levar a incêndios, seja qual for o carro ou marca. Por fim, após a extinção do incêndio e o transporte para a sucata, o veículo voltou a explodir, muito provavelmente, devido às propriedades da bateria.

Este não é o único caso de incêndio num Tesla. Em abril, umas imagens de vigilância de uma garagem de Xangai tornaram-se virais ao mostrar fumo dentro de um Tesla que acabou por pegar fogo.

Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

Top