Artigo de João Isaac
17-07-2019

A Toyota e a JAXA, a Agência de Exploração Aeroespacial do Japão, assinaram um acordo de pesquisa conjunta para o desenvolvimento de um veículo lunar tripulado. O novo “lunar rover” elétrico vai utilizar a tecnologia de pilha de combustível (hidrogénio) da Toyota. Esta forma de produção de energia elétrica é já utilizada no Toyota Mirai.

Leia ainda: Mercedes-AMG CLA 45, performance em formato shooting brake

Durante três anos, ambas as partes vão trabalhar no desenvolvimento de protótipos do veículo lunar pressurizado para a realização de testes. A mobilidade elétrica é essencial para a exploração humana da superfície lunar. Assim, e ainda que a quantidade de energia que pode ser transportada para a lua seja limitada, prevê-se que o novo veículo lunar consiga uma autonomia superior a 10 mil quilómetros.

Lançamento em 2029

O objetivo é lançar o novo veículo lunar em 2029. Assim, o departamento Lunar Exploration Mobility Works da Toyota será responsável por, numa primeira fase, fabricar e avaliar os protótipos à escala 1:1. Também vai desenvolver os sistemas de condução essenciais para a exploração lunar. Mais tarde, a partir de 2024, será construído um modelo de engenharia do veículo. Nesta altura terá, também, início o projeto do veículo final. Só em 2027 se produzirá a versão final para a viagem espacial.

Clique aqui para se juntar ao Automundo no Facebook

O veículo lunar terá cerca de 6 metros de comprimento e mais de 5 metros de largura. No entanto, também a sua altura impressiona, com 3,8 metros. Por fim, a lotação é de duas pessoas, podendo transportar outras duas em caso de emergência.

Percorra a galeria e veja as fotos do veículo lunar elétrico da Toyota.

Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

Top