Artigo de Guilherme André
06-04-2020

A Mercedes-Benz é uma das marcas que mais tem investido em híbridos plug-in. Em Portugal, tanto o Classe C como E são populares entre as empresas devido aos benefícios fiscais associados às variantes mais “amigas” do ambiente. Para além disso, o fabricante alemão é um caso raro em que alia um propulsor elétrico a um motor movido a gasóleo. Esta configuração ajuda a reduzir os consumos de combustível face aos rivais que recorrem a blocos a gasolina. Agora, a gama aumenta com o novo Mercedes-Benz GLE 350 de.

Leia ainda: Mazda lança nova edição comemorativa dos 100 anos da marca

O SUV apresenta-se equipado com o motor 2.0 lt turbo que debita 194 cavalos e 400 Nm de binário. Já o propulsor elétrico é capaz de oferecer 136 cavalos e 440 Nm. Assim, a potência combinada chega aos 320 cv e 700 Nm de binário, algo que permite atingir 210 km/h e acelerar dos 0 aos 100 km/h em 6,8 segundos.

Junte-se ao Automundo no Instagram.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por automundo.pt (@automundo_pt) em

Mercedes-Benz GLE 350 de garante 100 km de autonomia elétrica

Para alimentar o propulsor elétrico, a Mercedes-Benz recorreu a uma bateria de 31,2 kWh, uma capacidade muito superior às habituais. Assim, não é de estranhar que a marca alemã anuncie 100 km de autonomia em modo 100% elétrico, um valor que chega a ser o dobro face a alguns rivais. Em certos casos isto possibilita deslocações de casa-trabalho-casa sem utilizar o propulsor elétrico, deixando o gasóleo no depósito para aventuras mais longas de fim de semana. Por fim, este Mercedes-Benz GLE 350 de começa nos 84 700€. Já na versão Coupé, o preço sobe para 96 650€.

Clique aqui para se juntar ao Automundo no Facebook

Percorra a galeria e conheça o novo híbrido plug-in alemão.

Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

Top