Artigo de Guilherme André
03-04-2020

A Volvo anunciou novos desenvolvimentos no que diz respeito à tecnologia de condução autónoma. Para tal decidiram dividir a Zenuity, uma “joint-venture” entre a marca sueca e a Veoneer que tinha como objetivo desenvolver sistemas avançados de assistência à condução. Agora, a parte que mantem a denominação pertence à Volvo Cars, mas com novas medidas. O foco passa pelo desenvolvimento e comercialização de software para a condução totalmente autónoma.

Junte-se ao Automundo no Instagram.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por automundo.pt (@automundo_pt) em

Volvo quer introduzir condução autónoma já na próxima geração

“A Volvo Cars pretende introduzir na próxima geração de automóveis, sistemas completamente autónomos de condução em autoestradas. Isto será possível ao permitirmos que a nova empresa se foque totalmente no desenvolvimento destes sistemas”, refere Hakan Samuelsson, CEO da marca sueca. Perante esta afirmação, percebemos que, os próximos Volvo, devem acrescentar à longa lista de assistentes de segurança, a condução autónoma.

Leia ainda: Estudo sugere que carros autónomos vão aumentar consumo de bebidas alcoólicas

“Acreditamos que no futuro, só existirá um número limitado de plataformas globais para a condução autónoma. Pretendemos que uma dessas plataformas vencedoras seja a nossa”, disse Dennis Nobelius, CEO da Zenuity. Quanto à outra metade da empresa que agora se divide, integrada da Veoneer, vai desenvolver sistemas de condução.

Clique aqui para se juntar ao Automundo no Facebook

Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

Top