Artigo de Guilherme André
06-08-2020

O BMW Z1 marca o início dos modelos Z da marca alemã, ou seja, dos roadsters. No total, foram produzidas 8000 unidades, entre março de 1989 e junho de 1991, sendo a grande maioria entregue no mercado alemão. O exemplar deste artigo é um dos poucos que foi vendido para fora da Alemanha, mais precisamente para França. Desde então, foi preservado na condição original. Tendo em conta que o odómetro marca apenas 25 023 quilómetros, podemos perceber que foi utilizado para meros passeios de fim de semana.

Leia ainda: Preparadora britânica cria réplica de Porsche 356 Speedster com base num Boxster

Desenhado para “satisfazer o desenho de liberdade em quatro rodas”, o BMW Z1 trouxe também várias inovações, como por exemplo o chassis monocoque. Debaixo do capot surge o motor seis cilindros 2.5 litros que debita 170 cavalos de potência. Este encontra-se associado a uma caixa manual de cinco velocidades, algo que permite acelerar dos 0 aos 100 km/h em menos de oito segundos. Já a velocidade máxima é de 225 km/h.

Junte-se ao Automundo no Instagram.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por automundo.pt (@automundo_pt) em

Este BMW Z1 vai a leilão em junho

Por fim, este BMW Z1 em preto vai a leilão pela RM Sotheby’s entre 24 e 27 de junho em Essen. As fotos não mostram grandes danos, mas de notar um risco no tablier e algum desgaste da idade. Um bom investimento para passeios ao fim de semana?

Clique aqui para se juntar ao Automundo no Facebook

Percorra a galeria e conheça o roadster alemão.

Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

Top