Artigo de Equipa Automundo
26-03-2021

Estradas e vias de todos os géneros em todo o mundo estão cheias de rotundas. Mas todas elas têm algo em comum: as dúvidas que geram entre os condutores no momento de circular nelas. Na verdade, de acordo com um estudo realizado pela Axa em Espanha, dois em cada três automobilistas não sabem como conduzir corretamente numa rotunda. Quem tem a prioridade? Em que faixa devemos nos posicionar? Quando devemos usar as luzes de mudança de direção? Este é um guia para superar com êxito uma rotunda. A SEAT fez um apanhado de dicas importantes a ter em consideração quando apanhar uma rotunda pela frente.

Tudo o que precisa de saber para circular corretamente numa rotunda

O acesso é um dos momentos mais delicados. Segundo a Axa, 54% dos acidentes numa rotunda ocorrem ao entrar nela. A primeira recomendação ao chegar a uma rotunda é diminuir a velocidade. No caso de circular em países como o Reino Unido, Irlanda ou Austrália, lembre-se de que a entrada e a saída se fazem pela esquerda. A segunda regra de ouro é ceder a passagem a quem está dentro da rotunda. Se o condutor tiver dúvidas se dispõe ou não de tempo suficiente para um acesso seguro, os especialistas recomendam aguardar até que a manobra possa ser realizada sem risco de acidente.

Leia ainda: Seat Tarraco, um SUV que é grande no tamanho e em qualidades

Chega o momento de entrar na rotunda. De uma forma geral, é aconselhável circular na faixa exterior para cruzar menos faixas e tornar as manobras mais seguras. Por outro lado, se vamos mudar de direção ou fazer um longo trajeto na rotunda, é aconselhável utilizar as vias interiores. No momento da saída, devemos posicionar-nos na faixa exterior, sinalizando convenientemente a manobra. O automóvel que circula do lado de fora tem sempre prioridade. Se na hora da mudança de faixa esta estiver ocupada por outro veículo, o conselho é claro: contorne novamente a rotunda até que esteja livre e possa sair em segurança.

Veja também: Toyota Camry, o regresso de um ícone em versão híbrida

O uso das luzes de mudança de direção em rotundas é um dos pontos que mais gera confusão. Só é necessário ativá-las ao sair e ao mudar de faixa, não ao aceder à rotunda nem para indicar que continua a circular nela.  Acima de tudo, mantenha a calma. As rotundas testam a paciência dos condutores em muitas ocasiões, mas é proibido usar a buzina para mostrar raiva ou recriminar as manobras de outros condutores. Só pode ser usada para alertá-los sobre um possível acidente.

Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

Top