Artigo de Equipa Automundo
11-07-2020

Mais um motivo de orgulho para Portugal. A Corticeira Amorim forneceu a SpaceX, do excêntrico Elon Musk, também CEO da Tesla, para componentes em cortiça usados nos foguetões espaciais da empresa. O negócio terá rendido entre três e quatro milhões de dólares (1,7 milhões de euros a 2,6 milhões de euros) e é “a aplicação a seguir a rolha que mais traz valor acrescentado”, explica o presidente da corticeira portuguesa, António Rios Amorim, em declarações à Lusa.

Leia ainda: 5 versões que marcaram os 30 anos de história do Renault Clio

A Corticeira já trabalhou antes com a NASA para fornecer componentes de foguetões que são obrigatoriamente de cortiça. “[A Space X] é o nosso maior cliente [deste segmento] neste momento desde que a NASA parou” de lançar os próprios vaivéns”, conta Rios Amorim.

Veja o vídeo:

Peças de cortiça portuguesa são produzidas nos Estados Unidos

As peças em questão são produzidas nos Estados Unidos da América, por forma a ser mais fáceis de certificar. Mas a matéria-prima, a cortiça, é portuguesa. Este negócio com a Space X foi divulgado durante um debate sobre “40 anos de Ciência e Conhecimento: capacitar as empresas para os novos desafios”, organizado pelo INESC, no Porto.

Foto: Space X

Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

Top