Artigo de Guilherme André
22-11-2019

Este projeto começou com uma Honda Gold Wing GL1000 de 1977. A moto nipónica foi completamente alterada pela Death Machines of London, uma empresa especializada em criações do outro mundo a partir de motos clássicas. Desta vez, fizeram uma máquina com um visual digno de uma armadura de um samurai, a Kenzo.

Leia ainda: Ford GT40 que entra no filme “Ford v Ferrari” vai a leilão

Começando pelo nome, este é uma referência a Kenzo Tada, um motociclista japonês, que se tornou no primeiro asiático a competir na mítica prova de Ilha de Man nos anos 30. Para além disso, não é de estranhar que a base seja uma Honda. Segundo a lenda, o samurai Honda Tadakatsu derrotou 50 inimigos em 1570. 

Veja o vídeo:

Honda Kenzo tem um manómetro digital com um dragão

Assim, não é de estranhar que esta máquina pretenda homenagear os guerreiros dessa época, com uma carenagem idêntica a uma armadura samurai. As curvas suaves em forma de lâmina conferem um visual futurista e agressivo. De salientar ainda a proteção do garfo de suspensão que tem a forma de uma katana.

Clique aqui para se juntar ao Automundo no Facebook

No entanto, os detalhes não ficam por aqui. Destaque para o manómetro digital com um dragão e os punhos com um revestimento especial. Este foi feito utilizando a técnica tradicional de Tsukamaki para revestir os punhos das espadas. Para além disso, o banco foi revestido por pele idêntica à utilizada pelos samurais. Por fim, a Death Machines of London teve de fazer várias modificações no motor para ficar visualmente apelativo. Saiba mais alguns detalhes no site oficial da empresa.

Percorra a galeria e conheça esta modificação.

Fotos: Death Machines of London

Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

Top